5 simples práticas sustentáveis para você adotar em seu lar

As práticas sustentáveis que tornam-se hábitos começam dentro do seu lar. Seja parte da mudança que você quer ver no mundo. Confira as dicas!

Estilo de vida de alto padrão não contempla apenas passar os dias com as maravilhas da natureza ao alcance dos olhos. Também significa preocupar-se com o futuro do planeta e, consequentemente, de suas gerações. 

A mudança que você quer ver no mundo começa dentro do seu lar! E para lhe ajudar a adotar hábitos sustentáveis, preparamos um conteúdo bastante elucidativo. Confira!

O que é ser sustentável?

Não sejamos simplistas! Práticas sustentáveis vão além de plantar árvores e separar o lixo. É claro, ambos são comportamentos fundamentais e fazem parte desse ecossistema, mas o seu trabalho não resume-se a apenas isso. 

Ser sustentável é ter nas mãos uma gama de decisões em prol de um bem coletivo. O Triple Bottom Line (Tripé da Sustentabilidade), criado em 2002 pelo sociólogo britânico John Elkington, prevê que tudo o que for sustentável tem como premissa ser “socialmente justo, ambientalmente equilibrado e economicamente viável”.

Vá em direção às construções sustentáveis 

Tudo começa pela escolha do empreendimento no qual você e todos aqueles que você ama irão apreciar a companhia um do outro cotidianamente, usufruindo de momentos incríveis e inesquecíveis. 

Obras que nasceram recentemente – e até algumas mais antigas, mas que estão 100% conectadas com o que acontece no mundo – e que visam entregar a você uma experiência de bem-estar, como os Residenciais Boutique by KDS Engenharia, já demonstram preocupação com o meio ambiente em seus planejamentos construtivos. 

Perceba que conforto e qualidade de vida podem ser apenas palavras vazias, se ao observar a infraestrutura do condomínio em prospecção você notar que práticas sustentáveis básicas, como instalação de dispositivos de captação de água da chuva e estações de gerenciamento e tratamento de resíduos orgânicos (temporários) e sólidos (recicláveis), não são adotadas. Aliás, fuja de propostas semelhantes!

Todavia, de nada adianta escolher o local ideal que atenda aos seus requisitos, incluindo o zelo pela natureza, se as suas atitudes individuais não estiverem alinhadas nessa direção. Pois é, como você pode ver, essa responsabilidade não fica apenas no campo da engenharia e da arquitetura.

Veja as dicas que separamos para lhe ajudar nessa rotina.

5 práticas sustentáveis para o lar

Planejar e não desperdiçar é um bom começo

A questão aqui não diz respeito a quanto você pode ou não gastar, mas está atrelada a como você pode poupar recursos do planeta. 

Muito mais do que parar de esbanjar com itens supérfluos e que só ocupam espaço desnecessariamente, tendo como destino a lata do lixo – muitas vezes sem que você nem mesmo tenha tocado neles -, essa é uma forma de contribuir para a saúde do meio ambiente.  

Dica para adotar um bom hábito:

Utilize o recurso dos checklists. Existem aplicativos para smartphones que lhe ajudam a organizá-los, inclusive possibilitando que você compartilhe as listas de compras através de mensagens, eliminando o uso do papel.

Alguns possuem um gerenciamento mais avançado, através do qual é fácil comparar preços, consultar histórico de gastos e, inclusive, saber os itens que estão faltando na dispensa. 

A correta separação do lixo

Você já se perguntou para onde vão os resíduos que você decide descartar?

O mundo ideal seria respondermos agora, cheios de orgulho da humanidade: aquilo que é orgânico vai para a compostagem e ajuda a adubar a comida que está em sua mesa (de muitas formas, é possível fazer uma alimentação sustentável). Aquilo que podemos levar de volta ao consumo, reutiliza-se ou recicla-se.

Infelizmente, essa não é a realidade. Em termos de Brasil, apenas 3% de todo esse material efetivamente ganha o destino adequado. E quando focamos nos plásticos, a informação é ainda pior: segundo a World Wildlife Fund (WWF), nós geramos mais de 11,3 toneladas por ano, e reaproveitamos apenas 1,28%.

Conselhos para adotar boas práticas  e promover sustentabilidade do lar:

1 – Tenha duas lixeiras em sua cozinha e não misture lixo orgânico com seco;

2 – Se puder, separe os recicláveis: plástico, vidro, metal e papel;

3 – Elimine as sacolinhas plásticas e passe a fazer compras com bags ecológicas;

4 – Faça compostagem ou entregue seus resíduos orgânicos às empresas especializadas. Sim, elas existem!;

5 – Se você é adepto aos canudos para decorar drinques, por exemplo, utilize as opções em aço inox disponíveis no mercado.

E quanto aos materiais não-recicláveis?

Para alguns deles, a criatividade é a regra. Em sua decoração sustentável, use materiais como espelhos, clipes e latas de tinta para recriar objetos e dar asas à imaginação.

Aqueles que não possuem esse potencial de design sustentável, o jeito é procurar na sua cidade o local correto para fazer o descarte.

Quanto menos plástico, melhor

Pare por alguns minutos e olhe ao seu redor: quantos objetos de plástico você vem utilizando!? 

Sabe aqueles potes para acondicionar alimentos? Substitua-os por materiais em vidro. Além de cuidar da saúde da sua família – plástico, com o tempo, solta resíduos nocivos –  eles podem, até mesmo, atravessar gerações.

Quanto à sua escova de dente: existem opções amigas do meio ambiente, como aquelas feitas em bambu, por exemplo.

E os descartáveis!? Passe longe deles. Antes uma pilha de louça na pia da sua cozinha, do que um pedacinho desses materiais demorando centenas de anos para se decompor na natureza.

Menos químicos, mais produtos naturais

Adote produtos com aditivos naturais, para realizar a limpeza do seu lar.. 

Se você não gosta de se aventurar com as receitinhas caseiras que encontra em tutoriais pela internet, busque o local mais próximo de você que lhe ofereça esse cuidado. 

Mais uma sugestão:

Por que pagar caríssimo na feira de um supermercado, que lhe vende frutas, legumes, verduras e hortaliças de procedência desconhecida e, na maioria das vezes, cheios de agrotóxicos?

Prefira consumir na feira orgânica local, com produtores pequenos. Além de saber de onde esses alimentos estão vindo, você contribui para a economia girar nas suas proximidades e ainda fortalece o vínculo necessário de comunidade. Percebeu a presença forte dos três pilares de sustentabilidade que citamos anteriormente!?

Melhore a utilização da água que sai da sua torneira

Ao invés de comprar várias garrafas PET com água mineral no supermercado, invista em um filtro para a sua torneira.

Das básicas às mais avançadas, essas tecnologias ajudam você a promover uma economia sustentável, ao mesmo tempo que diminui a incidência de plástico no planeta.

_

Que tal planejar práticas sustentáveis para o seu lar em um dos locais mais exuberantes do Brasil? 

Venha para Florianópolis/SC, e conheça os Residenciais construídos em Conceito Boutique pela KDS Engenharia. Além de investir em empreendimentos pensados para contribuir com um mundo sustentável, você viverá com toda a qualidade de vida proporcionada pelas riquezas naturais das belas praias da Capital catarinense.

Entre agora mesmo em contato com nossa equipe de atendimento e agende sua visita.

Compartilhe